segunda-feira, 18 de setembro de 2017

A Primavera está chegando...

Oi gente queridaaaa

A Primavera está chegando: só faltam três dias!  Às 17:02 do dia 22,  ela chega com suas flores, perfumes e cores e eu já estou muito feliz. Como essa estação mexe comigo! Eu fico em êxtase existencial. Fico mais disposta, animada, esperançosa. Realmente eu amo a Primavera. E você?

Sabe,  há uma frase que gosto muito, e a compartilho com todos:

"Há sempre muitas flores espalhadas no nosso caminho, cabe a nós descobri-las. 
E quanto mais descobrimos beleza, mais beleza atraímos para a nossa vida
 e para a vida de quem nos cerca".


Experimente! você vai se surpreender ao constatar por quantas flores você passa diariamente e nem percebe. E a nossa mente agradece, pois ao focar a beleza - uma simples flor que você para e admira conscientemente - automaticamente você está enviando para seu cérebro estímulos positivos.  E, com a prática, vc vai começar a ver o lado bom de pessoas, situações, enfim de tudo!

A primavera está chegando trazendo o belo, o bom e o que nos faz bem, e nos convidando a desfrutar da energia que impregna o ar. Aproveitem.. Curtam... e vivam a Primavera!!!

Mesmo que destruam dezenas, centenas, milhares de flores, 
não conseguirão deter a primavera e o florescer interior. 

Beijos ansiosos pela chegada da Primavera.

sábado, 16 de setembro de 2017

Um exemplo de Cooperação na Natureza. .


Olá amigos...

A primavera está chegando e eu, como já contei, fico muito feliz. Sinto o ar diferente, mais perfumado; vejo cores nas ruas, porque flores as colorem; Olho para o céu e ele me parece mais azul porque é primavera: a estação das Flores!

E, como prometi, vou continuar falando da Escaévola - a Flor Canhota, que só nasce para um lado. (leiam o post anterior.)

Parece que está incompleta, mas ela é assim: completa na incompletude da nossa percepção.


 (continue lendo)

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Certo ou errado? Uma questão de percepção.

Oi gente querida...

Estava com saudades. Tenho trabalhado muito (depois eu conto a novidade), mas a Primavera está chegando e eu já estou em festa. Sempre fico exultante neste período florido que este ano começa às 17h:02, do dia 22 de setembro.


Eu realmente fico diferente na Primavera, porque tudo muda: a temperatura, o ar, o cheiro, o visual, a energia... Para os que estão abertos, novos ventos sopram. E com um perfume muito especial! A beleza das flores se derrama no nosso caminho espalhando cores, aromas e vibrações... As flores nos convidam a participar desta festa e desfrutar.

E eu, já no clima, vou falar - ou melhor escrever - todos os dias sobre uma flor. Para começar quero falar de uma florzinha que está espalhada pelas ruas, mas poucos a conhecem..

UMA FLOR INCOMPLETA?


Eu quero antes de começar a falar sobre ela que vocês a olhem com atenção e me respondam: Ela está completa?  Será que falta alguma/s pétalas?
Continue lendo

domingo, 20 de agosto de 2017

Cora Coralina: uma paixão

Resultado de imagem para cora coralina  + escalada da vida
Hoje, 20 de agosto, marca a data de nascimento de  Cora Coralina, uma escritora excepcional que lançou seu primeiro livro aos 76 anos. Seu nome verdadeiro era  Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas. Nascida em Goiás,  era filha de um desembargador nomeado por Dom Pedro II. Ela frequentou somente as primeiras séries primárias, mas começou a escrever a partir dos 14 anos.
Continue lendo


sexta-feira, 18 de agosto de 2017

O Mundo não se Fez para Pensarmos Nele


Oi Gente...



Amo os Fernandos Pessoas, embora as poesias deles não sejam nem tão fáceis de entender, nem tão poéticas e muito menos alegres. Mas seja como for, Fernando Pessoa e todas as suas crias" - cada uma com sua personalidade, nos deixaram um legado muito grande para reflexão.  Hoje, quis reler o - para mim - poema do girassol.


terça-feira, 15 de agosto de 2017

Por que assumi meu cabelo branco.

Oi gente...

Depois eu conto mais sobre como superei a morte de um filho, mas hoje quero mudar de assunto. Vou compartilhar como vocês  o porquê resolvi assumir meus cabelos brancos e parar de fazer tinturas, químicas... Decidi deixar o meu cabelo ser o que é e como é. E querem saber? Estou adorando.

Confesso que não é uma decisão fácil de ser mantida. Quando o branco do novo começou a se misturar com o vermelho antigo, ficou tão feio que a vontade foi de voltar à tinta. Mas eu resisti e convivi com a raiz branca que ia ficando cada vez maior e mais visível. Me incomodava sim, mas aos outros parecia que agredia. Como pode uma mulher aparecer com o cabelo horroroso assim? Parecia que era uma afronta, mas  eu não ligava.

Por que decidi? Garanto que não foi por modismo, mesmo porque a assunção do grisalho é muito mais do que uma moda. Na realidade, é uma filosofia de vida que envolve o natural, o é o que é, o assumir a própria essência e o seu verdadeiro tempo. É olhar no espelho e se ver exatamente como se está e gostar do que vê. Este é para mim o mais importante: ser feliz, viver satisfeita como se está. Eu acho uma sensação fantástica!

Nada contra que procura (homens e mulheres) recorrer a tudo o que pode rejuvenescer, embelezar, melhorar a aparência. Acho super normal, natural e válido. Mas... eu resolvi ir no caminho inverso. Deixar de tentar me fazer mais nova, bonita ou com uma aparência "melhor". E o resultado para mim foi surpreendente.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Como ser fraca é dificil...



OI Gente querida que me acompanha nesta lembrança doída, mas não sofrida.

Bom... eu parei quando acordei, ainda sedada, depois do parto. Minha irmã foi quem me confirmou a morte do meu neném, mas naquele instante a dor foi amortecida pelos remédios.

Era domingo, Dia dos Pais sem direito a comemorações. A enfermeira entra no quarto para tirar a sonda, o sonho. Minha médica chega e fala em fatalidade, põe a culpa em Deus. Diz que por sorte eu também não morri (por sorte???). E Deus sempre sabe o que faz.

Sim... Ele sabe de tudo e, com certeza, sabe que eu sou forte o suficiente para aceitar os desígnios dEle. Eu sou espiritualizada, com alto desenvolvimento espiritual. Eu vou suportar, eu vou aceitar. Só não quero enterrar meu neném. Prefiro doar o corpinho dele para a medicina. Eu sou forte!

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Hoje não...




oi gente amiga

Prometi que hoje continuaria a contar minha experiência com a morte. Mas não vou. Perdoem-me. Tenho andado muito emotiva. Nem sei bem o por quê. Na verdade, como eu já expliquei, toda a dor daquele período foi sublimada. Não há mais sofrimento, mas a emoção ainda é forte.

Agora é que vai entrar no pior momento: o da consciência, aceitação, negação revolta, negação, aceitação, consciência. Não repeti palavras, não. Foi assim mesmo: um giro de 360º.

Eu, depois que voltei para casa - a da minha mãe - porque a minha mesmo demorei quase um mês para voltar, sofri muito. Chorava dia e noite e não queria saber de nada e de ninguém. E, só consegui um pouco de consolo, escrevendo. Tenho um livro - não publicado - contando tudo com detalhes. Isso aliviou um pouco. Também comecei a pintar mandalas e o interessante, que por mais que eu estivesse triste, o colorido sempre saía vivo e alegre. Foi uma forma do meu inconsciente tentar me mostrar que tudo era um plano de Deus. 

Eu fiquei no hospital por dois dias (que pareceram dois séculos). Foram dias, semanas,  um mês de muito sofrimento, até que Deus falou comigo e eu fiz as pazes com Ele.

Perdão... mas fico por aqui. Não há dor, mas a emoção é enorme.

Quem sabe amanhã.  Você volta?
Bjs